Monday, November 30, 2009

A banda larga vai mal

Para Benito Paret (Seprorj),  Internet no Brasil tem quatro obstáculos: velocidades inconstantes, preços elevados, abrangência pequena da rede e falta de investimento em conteúdo nacional. Ele avalia que o cenário é muito complicado, principalmente na área da educação.  Sobre a questão dos preços referenciais pelos serviços de internet em alta velocidade, ele observa que estes equivalem a duas ou três vezes os valores praticados no exterior. "Isso sem contar a alta carga de impostos existente no país."
Leia mais aqui

Sunday, November 29, 2009

Novos métodos de avaliação das tecnologias na educação


Novos métodos de avaliação do uso de tecnologias na educação representam “passo adiante” e possibilitam ações mais integradas

Por Giulliana Bianconi
Florianópolis - A aplicação das novas tecnologias nos ambientes de ensino-aprendizagem ainda é um desafio para boa parte dos gestores educacionais e professores. Porém, o que se vê atualmente são exemplos de práticas inovadoras sendo multiplicadas e compartilhadas em diversos espaços: na web, em escolas e universidades, em encontros de educação, em secretarias (municipais e estaduais) etc. Os processos educacionais atrelados à tecnologia já ocupam lugar de destaque nos debates por haver consenso de que não se trata somente de uma tendência, mas sim de uma nova realidade.
Giulliana Bianconi
Cláudio André e Marina Nakayama
Cláudio Fernando André, do MEC e Marina Nakayama, da UFSC,
durante o XX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação
Após o frisson da aderência às novas práticas educacionais, instituições e educadores que estão na dianteira desse processo começam a avançar para um outro momento: o do desenvolvimento de instrumentos de avaliações que têm, basicamente, duas finalidades: aferir a eficácia das inovações realizadas nos ambientes de aprendizagem e "medir" o quanto efetivamente os alunos conseguem absorver de conteúdo quando as aulas são realizadas em espaços virtuais.
No XX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, evento realizado em novembro, em Florianópolis, essas duas vertentes da avaliação foram contempladas, e especialistas do assunto revelaram o que há de novo e o que está por vir.
Cláudio Fernando André, coordenador geral de Tecnologias da Educação da Secretaria de Educação Básica do MEC, falou sobre a parceria que foi firmada, há pouco, com a Universidade Federal de Santa Catarina. "Temos um Guia de Tecnologias Educacionais que anualmente é publicado, após seleção de projetos por edital. A UFSC terá o papel de analisar essas tecnologias já contempladas e as formas de uso das mesmas a fim de elaborar uma metodologia geral de acompanhamento e avaliação", afirmou Cláudio André.
Marina Nakayama, pesquisadora da área de engenharia e gestão do conhecimento e uma das responsáveis pelo projeto na UFSC, destaca que, após desenvolvida, essa metodologia será levada, por meio de cursos e eventos, às instituições que lidam com as novas tecnologias. "Esperamos corrigir problemas e distorções principalmente no processo de implementação, de modo a assegurar melhores condições de êxito nas metas estabelecidas", diz Nakayama.

Filosofia do UNIX

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 30 de November de 2009

A palestra A Filosofia do Unix, ministrada por mim como aula
inicial do curso de programação bash do Centro de Computação da Unicamp,
está disponível para quem quiser assistir ou baixar, no site
Blip.TV (http://blip.tv/file/2884533/).

Resumo da palestra: A palestra foi baseada no livro
Unix Philosophy (http://miud.in/k6), de autoria de Mike
Gancarz. Todo sistema operacional possui uma filosofia de funcionamento e
estruturação. Entender a filosofia do Unix, além de fornecer boas recomendações
para desenvolvimento de software em geral, oferece lições valiosas para a
própria vida.

Uso de TICs na educação

A professora Cleusa faz uma reflexão muito interessante sobre o uso de TICs na Educação. Vale a pena conferir a apresentação de slides


Wednesday, November 18, 2009

Mandalas de Natal

O tema mandala é muito interessante e prende a atenção das pessoas. O professor pode utilizá-lo para pesquisa na internet. Seria interessante propor aos alunos que elaborassem uma apresentação de slides.

Mandalas de Natal para colorir!!! 



De Educação Infantil Betim


De Educação Infantil Betim





De Educação Infantil Betim



Você poderá usar um editor de imagens para colorir as gravuras. O Paint ou o Draw são boas soluções

Thursday, November 12, 2009

Um vídeo interessante sobre educação digital

O vídeo abaixo é muito interessante para professores que se interessam por educação digital.


Fotos digitais - editor de textos- construção de perfil

Tirar fotos dos alunos usando uma máquina digital. O aluno escolherá a foto que deseja usar para realizar sua tarefa. Descarregar a foto no computador. Abrir o editor de texto, inserir a foto, a seguir o aluno deverá escrever um texto onde ele se apresenta dizendo quem é, onde nasceu, coisas que gosta de fazer, etc. Os perfis podem ser impressos  para se organizar um álbum da turma. Para não ficar tão caro pode-se fazer um album digital onde os perfis serão organizados e salvos em CD. Cada aluno leverá para casa um CD  para guardar como recordação. 
Uma boa opção para presentear sua turma no último dia do ano letivo.
Observação: não se esqueça de pedir permissão para os pais. 
Esta atividade pode ser complementada por outras que vocë desejar. 
Para a turma dos menores digitar o nome debaixo da foto e mais algumas palavras pode ser muito divertido.

Monday, November 9, 2009

Cartão de Natal para colorir usando um editor de imagem

 Que tal colorir este cartão de natal usando um editor de imagens? É uma boa oportunidade para aprender algumas técnicas com esse tipo de programas. Após colorir é importante escrever uma bela mensagem para alguém muito querido. Depois de salvo o arquivo ele pode ser enviado por e-mail ou impresso.

FELIZ NATAL PARA TODOS!!!



De Educação Infantil Betim

Sunday, November 8, 2009



Natal se aproxima. Que tal construir cartões de natal virtuais para todos os amigos e colegas e enviá-los por e-mails? 
Seria uma ótima oportunidade para aprender a procurar gravuras na internet e inseri-las em algum lugar.Poder-se-ia até arriscar o uso de tratamento de imagens. 
O uso do e-mail também seria treinado:como escrever um, inserir e mandar um arquivo, além da escrita do prórprio e-mail.
Discutir as diferenças entre e-mail e cartas. Os diferentes tipos de e-mails e os diferentes tipos de cartas. A linguagem da internet e a linguagem padrão. O professor teria um espaço rico para trabalhar com seus alunos...
Feliz Natal!!!

Saturday, November 7, 2009

Contar histórias na sala de informática

A gostosa atividade de contar e ouvir história pode vir parar no computador. Seja qual for a maneira como vocë contou a história, ela pode desencadear atividades na sala de informática. Você, professor, pode usar um editor de desenho como o Paint ou o Tux Brush para que seus alunos criem ilustrações para as histórias. As ilustrações podem ser salvas em arquivos e depois transformadas em apresentações de slides que podem ser compartilhadas com toda a turma, apresentada para os pais quando for época de reunião. Os pais sentirão orgulhos de seus filhos e do quanto estão se desenvolvendo.
A apresentação de slides pode ser publicada num blog da turma ou da escola. Aí,então, as possibilidades são ampliadas, pois poderá ser compartilhada por todos: avós, tios, primos, amiguinhos,etc.
Todo mundo vai conhecer o trabalho de seus alunos!

Friday, November 6, 2009

Histórias em quadrinhos em sala de aula





Você gostaria que seus alunos produzissem histórias em quadrinhos nas aulas de computação e ainda podessem publicá-las on line e, assim,  compartilhá-lhas com quem quisesse? 
Professor, a ferramenta de autoria Toondoo nos permite realizar esse desejo e muito mais.Você e seus alunos poderão aprender e se divertir a valer com os recursos que ela oferece. 
Você pode dar uma olhadinha nesse recurso clicando aqui

Wednesday, November 4, 2009

Novas tecnologias na sala de aula



As tecnologias de informação e comunicação estão presentes no nosso cotidiano e já pularam o muro da escola. 
O desafio é agregar essa tecnologias em nossas salas de aulas e torná-las parceiras no processo ensino/aprendizagem.
Não adianta correr delas ou fingir que não existem. Elas estão aí e vieram para ficar. As novas gerações interagem bem com suas teclas e botões, numa intmidade tal que parecem que foram treinados desde o útero materno. 
Nós, os mais velhos, olhamos com uma certa desconfiança para essas máquinas cheias de segredos e mistérios. O mundo virtual nos assusta e andamos por ele com muita desconfiança. Tantas palavras novas surgem com uma rapidez incrivel, digo isso, para não falar no dialeto do internetês. Professores de português mais tradicionais olham aquela linguagem cheia de abreviaturas, desenhos, emoticons e julgam que o mundo está realmente perdido eque nunca mais será possivel ensinar a norma culta da língua.
Pensando bem, brigar com essa fera é um mau negócio. É melhor tentar entendë-la e torná-la nossa aliada.
Um professor que possue orkut, escreve em blogs e frequenta o Twitter, possivelmente estará mais perto das novas gerações, entenderá mais esse mundo que tamtp fascina os mais jovens. Professores de Português poderiam criar  blogs para divulgar os textos de seus alunos. Uma comunidade no orkut poderia ser um ótimo espaço para fóruns onde se poderiam discutir os mais diversos assuntos e para a alegria dos mais conservadores, poder-se-ia exigir o uso da norma culta. O professor poderia avaliar as postagens de seus alunos e propor intervenções nos textos postados lá. Há espaço para discutir com os alunos a necessidade de se construir bons textos, pois a comunidade e o fórum os colocam expostos para toda internet. Nunca se sabe quem poderá nos visitar de uma hora para outra.
Está lançado o desafio!